Óleo de coco: o que é, benefícios, modo de usar e cuidados


COMPARTILHE AGORA MESMO
1.5
02

O que é óleo de coco?

O óleo de coco é extraído da fruta de mesmo nome e possui duas variações. O óleo refinado e o óleo extra virgem. O que diferencia ambos os óleos é o estado em que se encontra a fruta. O óleo de coco refinado é caracterizado pela coleta do óleo com o coco já seco após certo período de colheita do coco. O óleo extra virgem por sua vez é caracterizado por ser extraído entre um período de até 48 horas após a colheita da fruta.

O óleo em sua grande maioria é extraído como um líquido, entretanto, podem ocorrer casos onde as baixas temperaturas alterem o aspecto físico do óleo deixando o óleo da fruta sólido e esbranquiçado, porém essa alteração no aspecto físico não muda a composição química do óleo que continua com as mesmas propriedades.

O óleo de coco ainda necessita de grandes estudos para confirmação dos fatos a ele delegados. Isso porque em parte dos especialistas da saúde humana, o óleo de coco compõe um ingrediente que pode auxiliar na perda de peso e traz uma série de benefícios à saúde. Porém, isso ainda é unânime entre a sociedade científica.

Veja os benefícios do óleo de coco

óleo de coco

O óleo de coco, de acordo com seus pesquisadores, consegue oferecer uma série de benefícios à saúde do organismo como um todo. De acordo com a sociedade científica, a fruta possui uma grande quantidade de gorduras saturadas as quais são responsáveis por dá mais energia ao corpo por serem mais facilmente absorvidas. Entenda algumas das principais vantagens que podem ser oferecidas pelo óleo de coco:

Ajuda na perda de peso

De acordo com pesquisadores, o óleo de coco é rico em gorduras saturadas, em sua maioria triglicerídeos de cadeia média (TCM). A presença dessas gorduras saturadas, segundo a sociedade científica, é capaz de atuar no organismo na quebra das moléculas de gordura armazenadas na forma de tecido adiposo. Essa característica do óleo de coco possibilitaria que a gordura do organismo seja eliminada de maneira gradual, especialmente as gorduras de difícil remoção como as gorduras localizadas.

Fortalece a imunidade

A presença das gorduras saturadas no coco ajuda diretamente na melhora do sistema imunológico. Isso porque a presença do ácido láurico e ácido cáprico, ambos triglicerídeos de cadeia média (TCM), possuem ação de modular o sistema imunológico, o que impacta diretamente na melhora do sistema imunológico como um todo. Os ácidos se mostraram eficazes no combate a fungos, bactérias e vírus no organismo. Além disso essa propriedade contribui para o corpo e para a imunidade melhorando o trabalho do intestino que por sua vez elimina as bactérias ruins existentes naquela região.

Proporciona a saciedade

Um passo fundamental para quem deseja perder peso é obviamente comer menos. Nesse sentido, o óleo de coco ajuda o organismo na sensação de saciedade, o que permite comer menos e assim perder peso. Isso ocorre porque os triglicerídeos de cadeia média (TCM) presentes no óleo ajudam na ativação de alguns hormônios (colcistoquinina, peptídeo YY, peptídeo inibitório intestinal e muitos outros ligados a sensação de saciedade). Nesse sentido, o consumo do óleo durante as refeições matinais, por exemplo, ajudaria você a consumir menos alimentos ao longo do dia.

Auxilia no combate a prisão de ventre

Os alimentos de origem gordurosas naturalmente já ajudam o organismo na digestão. Isso ocorre porque a gordura presente no óleo se mistura com os bolos alimentares e as fezes e atuam assim no organismo auxiliam na sua passagem pelo sistema digestivo. O óleo de coco, por sua vez, possui em sua composição o ácido láurico que possui ação antibacteriana, ajudando a eliminar bactérias nocivas ao organismo que estão presentes no intestino. Porém, embora o óleo ofereça esses benefícios ao organismo é importante se atentar ao seu consumo, uma vez que o seu consumo em excesso pode trazer algum prejuízo ao seu corpo e atrapalhar o sistema digestivo.

Ajuda na beleza da pele e cabelos

Ter uma pele mais bonita é algo que todos procuramos, especialmente com o passar dos anos. Nesse sentido, o óleo de coco ajuda diretamente na elasticidade da pele e combate o envelhecimento precoce. Isso ocorre devido a presença de antioxidantes no óleo da fruta, que combate os radicais livres e assim ajudam a manter uma pele mais firme.

Além disso, o óleo de coco pode ser usado como hidratante para os cabelos, os deixando mais macios e com brilho, dando aspecto de mais saudável somado a um excelente aroma.

Controla o colesterol

De acordo com estudos sobre o óleo de coco, o óleo se mostrou eficaz na redução do colesterol ruim (LDL) e aumento do colesterol bom (HDL). Entretanto, os estudos ainda são levianos e necessitam de pesquisas mais aprofundadas para melhores resultados e respostas, por isso o óleo ainda é contraindicado para pessoas que sofrem com colesterol alto.

Quantidade recomendada do óleo de coco

A quantidade recomendada é uma colher de sopa ao dia. Quantidades superiores a essa podem trazer problemas à saúde uma vez que extrapolam a quantidade de gordura saturada diária.

Riscos do consumo em excesso

o consumo exagerado do óleo vai prejudicar diretamente o processo de perda de peso proporcionando um efeito totalmente inverso, propiciando assim o aumento do peso. Isso ocorre porque o organismo vai consumir mais energia que o necessário, que irá se manter no corpo em forma de tecido adiposo. Além disso, o consumo exagerado pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares e causar diarreia momentânea.

Como consumir óleo de coco

O óleo de coco pode ser utilizado em diversas receitas. A sua indicação principal é pratos frios, como sucos de frutas e saladas. O seu uso também é indicado para o consumo em pratos quentes, porém somente deve ser usado na finalização dos pratos e não durante a sua preparação e também não deve ser levado ao fogo. Se levado ao fogo o óleo perde as suas propriedades antioxidantes.

Deixe uma resposta