Hemorroidas


COMPARTILHE AGORA MESMO

As hemorroidas são veias salientes e dilatadas, que podem surgir interna ou externamente na região anal e no reto. Alguns sintomas podem surgir do problema, como dor ao defecar, presença de sangue nas fezes e coceira.

Para tratá-las, é necessário ir ao médico e este irá prescrever o uso de pomadas e medicamentos com funções vasoconstritoras, bem como remédios para aliviar a dor (analgésicos) e anti-inflamatórios. Em casos mais graves, é preciso passar por cirurgia.

Sintomas da hemorroida

hemorroidas

Basicamente, as hemorroidas podem ser classificadas em quatro graus: o primeiro, sangramento no ânus sem saliência; o segundo grau, sangramento ao evacuar, e saliência no local que passa naturalmente;

O terceiro grau acontece ao evacuar, e o reto depende do trato manual para retornar ao normal; e o quarto grau, é marcado por sangramento constante e saliência do intestino para fora, permanentemente.

Além do mais, existem dois tipos de hemorroidas: as internas e as externas.

– Coceira, ardência e feridas na região anal;

– Dor ao defecar, e presença de sangue vivo ao limpar-se com o papel higiênico;

– Dor ao sentar e andar – no caso de hemorroidas externas;

– Presença de saliência ou fissura na região externa do ânus;

– No caso de hemorroidas internas, pode ocorrer a saída de um líquido branco do ânus;

Não existe uma só causa responsável para o aparecimento das dolorosas hemorroidas, mas alguns fatos podem agravar o caso, como a obesidade, má postura, prisão de ventre, pré-disposição genética, gravidez e parto normal;

Doenças e situações como, a diarreia crônica, o tabagismo, a cirrose e em pessoas acima de 50 anos, podem manifestar as hemorroidas, em algum momento da vida.

Muitas vezes, seja por constrangimento do paciente em relatar a situação, ou o consumo exacerbado de alimentos que contenham pimenta e álcool, são agravantes para a demora do diagnóstico e tratamento correto das hemorroidas.

hemorroidas

Eficácia do tratamento

As hemorroidas podem sim ser curadas, especialmente quando o indivíduo segue corretamente o tratamento dentro do tempo, e utilizando a dose recomendada pelo médico.

Os analgésicos, anti-inflamatórios e pomadas anestésicas, são prescritas para que os inchaços e dores causados pelas hemorroidas diminuam, e sejam devidamente tratados.

Se o problema persistir por muito tempo, deve-se avaliar com o profissional da saúde, sobre a possibilidade de realizar uma operação cirúrgica no local.

Forma de prevenção das hemorroidas – métodos caseiros e gerais

Alguns cuidados podem ser feitos para evitar que as hemorroidas voltem a incomodar, como:

– Beba bastante água;

– Alimente-se adequadamente, com uma dieta rica em fibras, verduras, legumes e frutas;

– Evite pegar pesos sem necessidade (como musculação, levantar objetos muito pesados);

– Não faça força para evacuar;

– Quando não estiver em casa, prefira lavar a região com água e sabão, secando-a bem;

– Faça banhos de assento em casa, usando uma bacia, água morna e produtos à base de aloe vera, babosa ou de efeitos anestésicos;

– Não fique muito tempo sentado ou em pé;

– Aplicar uma compressa fria com gelo pode aliviar a dor, quando a hemorroida estiver muito inchada;

– Evite consumir álcool em excesso, bem como pimenta e outros alimentos extremamente ácidos e quentes;

– Procure ajuda médica sempre que achar necessário;

– Não se automedique;

– Pratique algum exercício físico;

– Se o seu intestino for preso, evite tomar laxantes e outras substâncias químicas que soltem de uma só vez. Isso só piora o problema, já que ao limpar muitas vezes com o papel higiênico, pode abrir fissuras na região anal, e piorar o problema.

O clínico geral e o Proctologista, são os responsáveis pela prevenção e diagnóstico das hemorroidas. Durante a consulta, o paciente pode tirar as suas dúvidas, e informar-se melhor sobre o problema, perguntando por exemplo se o caso é mesmo hemorroida ou outra doença;

Se o tratamento é eficaz com e sem cirurgia, e o que devo fazer para acelerar o processo de recuperação. O profissional também deverá fazer algumas perguntas, como:

– Quanto tempo surgiram os sintomas;

– Existe o desconforto de sentar-se, andar e evacuar;

– Como é a sua alimentação;

– Existem pessoas na sua família que sofrem com o problema;

– Você notou a presença de sangue nas fezes, no vaso sanitário ou ao higienizar-se;

– Sente muita dor ao evacuar;

A partir das respostas do paciente, o médico irá verificar e prescrever os exames corretos a serem feitos, e o tratamento adequado para cada caso. Em alguns, é preciso fazer uma espécie de cauterização, que queima os vasinhos de sangue que irrigam a região afetada, diminuindo os sintomas.

A maioria dos pacientes têm medo de passar por uma cirurgia, e o problema das hemorroidas retornar. Mas, os especialistas alegam que não é possível que após a retirada do tecido no ânus, este volte a crescer e a incomodar.

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta