Hemorroidas externas


COMPARTILHE AGORA MESMO
Hemorroidas externas
Avalie este post

As hemorroidas externas são pequenos nódulos, saliências e protuberâncias que aparecem na região anal, devido a algum problema genético ou de força maior.

Por se tratar de um assunto muito íntimo e delicado, alguns pacientes só procuram o médico quando já não aguentam mais de dor, ou estão com sangramento constante nas fezes.

Principais sintomas das hemorroidas externas

hemorroidas-externas

As hemorroidas surgem principalmente, em pacientes que sofrem com a prisão de ventre, uma má alimentação, a pouca ingestão de líquidos e no fato de permanecer por muito tempo sentado, ou de pé.

Nesses casos, as veias que irrigam a região anal, podem ficar sobrecarregadas e assim, gerarem os nódulos e um possível sangramento. Os sintomas mais comuns que os pacientes se queixam nos consultórios médicos, são:

– Dor na região anal antes, durante e depois de evacuar;

– Coceira, ardência no local, e a possível presença de muco (que pode ser abcesso);

– Presença de nódulos, bolinhas ou uma pele protuberante, fora do ânus na região externa;

Depois de feitas as necessidades no banheiro, o recomendado é que se lave a região anal com sabonete e água, secando bem o local em seguida. Isso evita que a umidade forme bactérias no ânus, e estas causem uma inflamação ou infecção mais grave.

Tratamentos

Para os dois tipos de hemorroidas – externas e internas – existem tratamentos e procedimentos que diminuem, aliviam e as curam completamente.

Procedimentos manuais: em casa mesmo, o paciente pode tentar introduzir a protuberância que surgiu no ânus, com o dedo limpo e higienizado;

Se estiver com muita dor, o médico poderá prescrever um analgésico próprio para o caso, e determinar por quanto tempo tomá-lo. O paciente também deverá se alimentar de forma mais saudável, evitando o consumo de álcool e alimentos condimentados ou apimentados.

Caso ocorra a presença de sangue ou pus, o profissional poderá recomendar o uso de medicamentos vasoconstrutores, bem como a aplicação de gelo no local para o alívio da dor, e um anti-inflamatório.

Se não desaparecerem os sintomas e incômodos realizando essas medidas, deve-se relatar o caso para o médico, e verificar a possibilidade de fazer uma cirurgia para a remoção desses nódulos no ânus.

O que pode causar a hemorroida externa

– Má circulação do sangue no organismo;

– Inflamações recorrentes na região anal;

– Obesidade ou excesso de peso;

– Realização de tarefas duras, como levantamento de pesos (musculação), ou devido ao trabalho remunerado;

– Ficar muito tempo sentado ou em pé;

– Prisão de ventre;

– Relaxamento ou desgaste das fibras que sustentam o esfíncter anal;

– Gravidez e parto normal;

– Consumir muitas bebidas alcóolicas;

– Ingerir alimentos muito apimentados ou ácidos;

– Beber pouca água;

– Fator idade: acima de 50 anos;

– Falta de exercícios físicos;

– Pré-disposição genética;

Principais dúvidas e como prevenir as hemorroidas externas

– Existe cura para as hemorroidas? A resposta é sim, existe cura para os dois tipos de hemorroidas: as externas e as internas. O médico deverá prescrever analgésicos, anti-inflamatórios e demais medicações que achar necessário, em cada caso.

Aliado ao tratamento, o paciente deve adotar um estilo de vida mais saudável, começando com a ingestão de água, alimentos ricos em fibras e vitaminas, bem como a prática de exercícios físicos.

– A presença de sangue nas fezes, pode ser um sinal de hemorroida? Sim, já que as mesmas podem surgir devido ao excesso de vasos obstruídos na região anal. Mas, pode estar indicando a evidências de outros problemas, como fissuras anais, diverticulite, fístulas, pólipos e etc.

– O paciente corre risco de morrer por causa da hemorroida? Não. O que geralmente elas causam é incômodo, dores, sangramentos e o impedimento de fazer as tarefas simples do dia-a-dia, como andar, correr, sentar e etc.

– Na gravidez é comum surgirem hemorroidas? Sim. Já que nessa fase, o corpo fica sobrecarregado com o peso da gravidez, e a circulação sanguínea diminui nos órgãos do baixo ventre.

O que se deve fazer é exercitar-se levemente durante a gestação, para que o organismo fique ativo. É importante cuidar da alimentação também, fazendo a ingestão de fibras, frutas, verduras, legumes, beber muita água e evitar alimentos gordurosos, apimentados e ácidos.

– O uso de pomadas para hemorroidas, aliviam a dor e a coceira na região? A pomada prescrita pelo médico, deverá aliviar a dor da região e por consequência, a coceira também. É preciso deixar essa área bem seca e limpa, evitando infecções e inflamações.

Caso os sintomas persistam, deve-se procurar novamente o profissional de saúde, onde ele irá adequar o tratamento novamente. Jamais se deve automedicar, nem mesmo deixar passar por si só o incômodo e a dor, depois de 48 horas.

Se houver muito sangramento e inchaço demasiado dos nódulos do ânus, procure um médico imediatamente, evitando novos desconfortos no futuro (uma possível cirurgia).

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta