Dengue: causas, sintomas e tudo sobre


COMPARTILHE AGORA MESMO
Avalie este post

A Dengue é uma doença que afeta mais de 100 milhões de pessoas ao redor do mundo, de acordo com dados da Organização Mundial de Saúde, que diz serem números referentes a mais de 100 países em todos os continentes, exceto na Europa. De todas as pessoas que são diagnosticadas com a doença, cerca de 550 mil precisam de acompanhamento médico especializado, com a internação, e outros 20 mil acabam morrendo devido o problema tomar proporções drásticas.

É um problema bastante preocupante, já que a falta de tratamento adequado faz com que a doença piore e faça com que a pessoa desenvolva quadros mais graves dela, como a dengue hemorrágica. O agente causador da doença é o Aedes Aegypti, que chegou ao Brasil nos navios negreiros e se desenvolveu adequadamente no nosso país, dando origem ao problema que antes não era conhecido no Brasil.

dengue

Tipos de Dengue

Dengue Clássica

A Dengue clássica é uma forma mais leve de apresentação da doença, podendo ser até confundida com gripe. Os sintomas da Dengue clássica podem durar uma semana, e traz como características marcantes a febre alta, dores de cabeça, cansaço físico, dores musculares e nas articulações, enjôos, vômitos, etc.

Dengue Hemorrágica

A Dengue hemorrágica é um quadro mais complicado da doença e ocorre quando a pessoa que sofre de Dengue clássica tem alterações na coagulação sanguínea. Mas, a Dengue hemorrágica tem mais chances de surgir quando a pessoa sofre de dengue por mais de uma vez, na segunda vez que a doença se manifesta. Os primeiros sintomas são parecidos com os da Dengue clássica, mas após 3 a 4 dias surgem hemorragias causadas pelo sangramento nos vasos da pele e órgãos, o que faz com que a pessoa tenha queda da pressão arterial e se sinta tonta.

Causas da Dengue

A Dengue não pode ser transmitida de uma pessoa para outra, já que o único agente transmissor do problema é o Aedes Aegypti. Depois da picada do mosquito que carrega o vírus da dengue a pessoa tem uma demora de até 15 dias até que a doença se manifeste por completo. Já, em um mosquito que ainda não tenha o vírus, se chegar a picar alguém já infectado, ele pode transportar o vírus para toda a sua vida e transmitir ele em outras pessoas ao longo desse tempo.

Sintomas da Dengue

Os principais sintomas da Dengue são divididos entre Clássica e  Hemorrágica, valendo lembrar que no segundo caso é comum o aparecimento nos primeiros dias dos sintomas da Dengue Clássica, mas quando a doença se acentua o surgimento dos sintomas característicos da Dengue Hemorrágica se apresenta, sendo eles:

  • Dengue Clássica

– Febre alta

– Dor de cabeça frequente

– Cansaço acentuado

– Náuseas e vômitos

– Tontura

– Perda de apetite e paladar

– Dor nos ossos e articulações

– Dor na parte de trás dos olhos

– Manchas e erupções na pele

  • Dengue Hemorrágica

– Dor abdominal forte e contínua

– Manchas vermelhas na pele

– Confusão mental

– Altos níveis de sonolência

– Sede excessiva

– Sangramento no nariz, boca e gengivas

– Pele pálida e fria

– Vômitos frequentes

– Dificuldade para respirar

– Queda da pressão arterial

Fatores de risco

Os fatores de risco para o desenvolvimento da doença, ou ainda um quadro de piora, são:

  • Viajar em áreas tropicais: pois a pessoa está exposta em maior quantidade ao vírus, já que nessas áreas ele tem maior incidência de proliferação, sendo as principais o Sudeste Asiático, Ilhas do Pacífico Ocidental, América Latina e Caribe.
  • Infecção prévia com o vírus: para quem já sofreu com a doença, ter ela de novo é um fator de risco bastante preocupante, pois a ação de vírus no organismo será bem mais forte e as chances do desenvolvimento de Dengue Hemorrágica é maior.

Procurando auxílio médico

O auxílio médico é essencial e necessário desde a apresentação dos primeiros sintomas da Dengue, isso porque ela precisa ser tratada o mais rápido possível a fim de que não desenvolva um quadro piorado, onde há a chance de desenvolvimento da Dengue Hemorrágica, que pode levar a um estado mais sério de saúde e culminar até mesmo na morte do indivíduo. Na Consulta médica o profissional irá fazer diversas perguntas e você deve responder a todas, a fim de que ele possa fazer o diagnóstico adequado do problema. Os profissionais da saúde indicados são o Clínico Geral e Infectologista.

Exames e medicamentos

Os exames usados para identificar as especificações do problema e saber como ele se apresenta no corpo do indivíduo são o Teste de Coagulação, Eletrólitos, Hematócrito, Enzimas do Fígado, Contagem de Plaquetas, Testes sorológicos e ainda o Exame de Raio X da área do Tórax, que permite demonstrar fusões pleurais presentes. Os medicamentos no caso de Dengue são sempre recomendados pelo médico e devem ser seguidos a risca para que complicações maiores sejam evitadas. O paciente deve ainda nunca tomar aspirina e demais remédios que contenham ácido acetilsalicílico, evitando ainda anti-inflamatórios como diclofenaco, ibuprofeno e piroxicam. Para alívio dos sintomas é comum o médico receitar o paracetamol.

Dengue tem cura?

A Dengue tem cura sim e pode ser devidamente tratada quando o problema é diagnosticado desde o início e recebe atenção adequada. Assim, a pessoa pode tomar a medicação de acordo com a orientação médica, levar em consideração as exigências do prognóstico e começar o tratamento da doença. Caso contrário, ela pode piorar o seu quadro clínico e resultar em formas mais graves de apresentação do vírus, o que chega até mesmo a causar morte, mas isso tudo depende apenas da consulta médica e acompanhamento desde o início do surgimento do problema.

Complicações possíveis

As complicações possíveis que pode surgir com o aparecimento da doença são:

  • Convulsões febris em crianças menores
  • Sangramentos
  • Desidratação
  • Síndrome de Choque da Dengue, causada pela queda ou ausência da pressão arterial de forma acentuada

– Inquietação

– Palidez

– Perda da consciência

– Insuficiência Hepática

– Hemorragia digestiva

– Derrame Pleural

Convivendo com a doença

Conviver com a doença quer dizer receber o diagnóstico médico e tratá-la para que venha a sumir o mais rápido possível, sendo indicações de medidas de como lidar com o seu corpo durante o período de tratamento do problema. As medidas que precisam ser tomadas são:

  • Repouso adequado de acordo com a orientação médica
  • Ingestão de líquidos para compensar a desidratação causada pela Dengue
  • Uso correto dos medicamentos e tratamentos indicados pelo médico que lhe acompanha

Prevenindo a Dengue

Por fim, tratar de vez a Dengue é tomar as medidas cabíveis à sua prevenção, evitando que ela se manifeste no corpo. Um dos pontos importantes é tomar a vacina contra a Dengue que fica disponível em todos os postos de saúde da rede pública de saúde de todo o Brasil, podendo ainda ser encontrada em hospitais privados. As demais medidas de prevenção são contra o mosquito, evitando a sua proliferação no ambiente, sendo elas:

  • Colocar telas nas janelas
  • Colocar areia nos vasos de plantas
  • Jogar lixo no local certo, devidamente lacrado
  • Usar desinfetante nos ralos sempre
  • Limpar as calhas com frequência
  • Manter limpo lagos, piscinas e aquários caseiros

Deixe uma resposta