Cloridrato de fluoxetina: para que serve e como usar?


COMPARTILHE AGORA MESMO

O que é o cloridrato de fluoxetina?

O cloridrato de fluoxetina é um medicamento utilizado no tratamento de alguns transtornos psicológicos e hormonais, tais como: depressão, ansiedade, bulimia nervosa, transtorno obsessivo compulsivo (TOC), tensão pré-menstrual (TPM) e mal-estar causado pelas crises de ansiedade.

O medicamento deve ser administrado somente sob prescrição médica. É importante evidenciar que pacientes alérgicos a fluoxetina não devem consumir este medicamento. O seu consumo é feito por via oral e as doses são definidas pelo seu médico.

Composição

Cloridrato de fluoxetina

Cada cápsula do medicamento de 20 mg possui 22,36 mg de fluoxetina.

Os excipientes do cloridrato de fluoxetina possuem em sua composição: amido, celulose microcristalina e hipromelose.

Cloridrato de Fluoxetina Para que serve?

O medicamento é indicado para o tratamento da depressão, ansiedade, bulimia nervosa, transtorno obsessivo compulsivo (TOC). Os seus benefícios ao organismo não são imediatos, ou seja, os seis efeitos são percebidos ao longo dos dias de utilização do medicamento. Caso o cloridrato de fluoxetina não manifeste nenhum efeito durante certo período, seu médico deverá ser informado para reavaliar o medicamento e substituí-lo por outro equivalente.

Ação esperada

A ação do medicamento no organismo consiste no aumento dos níveis de serotonina no cérebro, o que ajuda a amenizar os sintomas da depressão ligados ou não à ansiedade. A serotonina também manifesta seus efeitos contra a bulimia nervosa, transtorno obsessivo compulsivo (TOC), e sintomas da depressão ligados ao transtorno disfórico pré-menstrual.

Contraindicações e riscos de cloridrato de fluoxetina

Cloridrato de fluoxetina

O cloridrato de fluoxetina é contraindicado para pessoas que sejam alérgicos a fluoxetina ou qualquer ou ingrediente presente em seu excipiente. O medicamento também não deve administrado junto com inibidores da monoaminoxidase (IMAO). Para que o consumo seja seguro à sua saúde, é necessário que o consumo do IMAO seja interrompido por no mínimo 14 dias ou mais dependendo do paciente, para que assim o cloridrato de fluoxetina seja consumido. Esses dois medicamentos jamais devem ser ingeridos juntos, uma vez que isso pode causar reações adversas no organismo que podem levar à morte.

Uso do cloridrato de fluoxetina durante gravidez e amamentação.

O cloridrato de fluoxetina deve ser administrado durante o período de gestação somente sob a orientação de um médico. Isso porque vários questionamentos devem ser levados em consideração diante desse parâmetro, como os casos onde a depressão pode oferecer algum risco ao feto ou situações semelhantes. Por isso, antes que o medicamento seja recomendado, é necessário avaliar os riscos oferecidos ao feto.

Durante o período de amamentação, é necessário que o seu médico seja informado sobre o medicamento. Isso porque o cloridrato de fluoxetina é excretado pelo leite materno, nesse sentido, o médico avaliará os riscos os quais o bebê está exposto e irá decidir se o tratamento com medicamento deverá ser interrompido ou substituído por algum outro medicamento equivalente que não ofereça nenhum risco à criança.

Sendo assim, caso você seja gestante ou esteja amamentando o seu médico deverá informado sobre isso para que seu caso seja avaliado cuidadosamente. Jamais você deve se automedicar, para que você tenha sucesso no tratamento é fundamental que você busque ajuda de um profissional da saúde.

Armazenamento, data de fabricação, prazo de validade,aspecto físico do cloridrato de fluoxetina.

Conservação

O produto deve conservado em ambiente com temperatura ambiente, ou seja, temperatura entre 15 ºC e 30 ºC. O medicamento deve ser mantido em ambiente não úmido e deve estar longe do alcance de crianças.

Aspecto físico

O cloridrato de fluoxetina é em forma de cápsula, com pó branco em seu interior. Não se deve consumir o medicamento que possuir aspecto físico inadequado, sendo assim, você deve procurar o farmacêutico para mais informações sobre o produto.

Data de fabricação

A data de fabricação do medicamento vem na embalagem, por isso o cloridrato de fluoxetina deve mantido na embalagem original para que se tenha um controle sobre sua validade. O medicamento não deve, sob hipótese alguma, ser consumido após o seu vencimento, sendo assim, é fundamental sempre verificar a data discriminada na embalagem do cloridrato de fluoxetina.

Em casos de dúvidas e demais questionamentos sobre o medicamento, você poderá procurar um farmacêutico para mais informações. Você deve o procurar em casos de alguma anormalidade no seu medicamento.

Posologia, dosagem e instruções de uso do cloridrato de fluoxetina

Cloridrato de fluoxetina

Como tomar cloridrato de fluoxetina

O medicamento deve ser ingerido via oral. Não necessariamente você precisa ter feito alguma refeição, visto que o medicamento independe das refeições diárias. É preferível que o cloridrato de fluoxetina seja ingerido com água.

Dosagem cloridrato de fluoxetina

As dosagens irão variar de acordo com os problemas de cada paciente. Sendo assim, é necessário que você busque ajuda de um médico para você que a dosagem adequada para o seu caso. As recomendações são:

Depressão

Para os casos de depressão, a dosagem recomendada é de 20 mg ao dia. A dosagem pode variar de acordo com o estado de cada paciente e somente um profissional da saúde poderá recomendar adequadamente a dosagem diária correta para o caso de cada paciente.

Bulimia nervosa

Para os casos de bulimia nervosa a dosagem recomendada é de 60 mg ao dia. Enfatizando que a dosagem pode variar de acordo com o estado de cada paciente, para uma dosagem mais assertiva é necessário que você busque a ajuda de seu médico.

Transtorno obsessivo compulsivo

Para os casos de transtorno obsessivo compulsivo a dose diária recomendada é de 20 mg a 60 mg. A dose vai variar e pode ser definida com maior precisão pelo médico responsável pelo seu caso.

Para os outros casos solucionados pelo cloreto de fluoxetina, o medicamento pode se mostrar eficaz, porém somente com a prescrição de um médico que é possível que você inicie o tratamento. Somado a isso, é fundamental que você busque ajuda médica assim que apresentar algum problema de saúde.

Deixe uma resposta