Chá de hibisco emagrece? – Os Benefícios


COMPARTILHE AGORA MESMO
Avalie este post

Basicamente, o chá de hibisco é composto por flavonoides, antioxidantes e antocianinas, que atuam como protetoras do sistema cardiovascular, evitando o acúmulo de gorduras nas artérias.

O hibisco (Hibiscus Sabdariffa), é uma flor cultivada principalmente em jardins, sendo muito utilizada para fazer chás para emagrecer. A bebida auxilia na desintoxicação do organismo, e na eliminação de impurezas do nosso corpo.

O chá de hibisco e seus efeitos benéficos

chá de hibisco

– Auxilia no emagrecimento, e previne o acúmulo de gordura;

– Auxilia o organismo a absorver menos os carboidratos, resultando no emagrecimento;

– Combate o colesterol alto e o nível de triglicérides no sangue; aumenta o colesterol bom no organismo, protegendo o coração;

– Possui efeito diurético, eliminando líquidos e desinchando o organismo;

– Controla a pressão arterial;

– Acelera o metabolismo, proporcionando a queima de gorduras;

– Previne o acúmulo de gorduras no quadril, nas coxas e na barriga;

Dieta a base de chá de hibisco

Devido a suas propriedades emagrecedoras, o chá de hibisco é muito consumido. É preciso, porém, observar a quantidade ingerida por dia, e seguir algumas dicas importantes para acrescenta-lo na dieta:

– O ideal é consumir apenas duas xícaras de chá de hibisco (cerca de 200 ml) ao dia;

– Não ficar mais do que quatro horas sem comer;

– Beber dois litros de água por dia;

– Prefira comer saladas com alimentos bem coloridos, e menos calóricos;

– Substitua os alimentos feitos com farinha branca, pelos integrais;

– Diminua o consumo do sal e do sódio;

– Prefira alimentos assados, grelhados ou cozidos, e evite ou modere o consumo de alimentos fritos;

– Tente dormir cedo, e obter um sono de qualidade;

– Pratique algum exercício físico pelo menos três vezes por semana;

– Por não possuir fibras no chá de hibisco, é preciso complementar a alimentação ingerindo alimentos que a contenham, como pães integrais, frutas, verduras e legumes;

– Nas saladas, acrescente: alface, rúcula, tomate, couve, cebola, pepino, pimentões, rabanete;

– Verduras: repolho, abobrinha, abóbora cabotiá, couve-flor, brócolis, vagem, cenoura, acelga, ervilha, berinjela;

Acrescente em suas refeições diárias, os alimentos do bem e que potencializem os efeitos do chá de hibisco:

– Cevadinha, trigo, quinoa, inhame, batata-doce, mandioca, batata baroa, feijão carioca, preto, fradinho, branco, roxo, favas, cavalo, arroz, pão, macarrão e farinha integral;

– Grão-de-bico, ervilha, lentilha, amaranto, aveia, tofu, peixes, carnes vermelhas magras, frango, farelo de aveia, chá verde, limão, chia, gengibre;

– Farinha de maracujá, alcachofra, ovo, óleo de coco, laranja, banana, morango, melancia, melão, maçã, mamão, abacaxi, uva, kiwi, abacate, azeite extra virgem;

As propriedades do chá de hibisco

Em apenas uma xícara de chá de hibisco, podemos ingerir muitos nutrientes e propriedades benéficas para a saúde, melhorando toda a atividade do nosso corpo:

  • Não contém: calorias, gorduras, proteínas, açúcares e carboidratos;
  • Possui: Ferro (0,19 mg);
  • Magnésio: 7 mg;
  • Fósforo: 2 mg;
  • Potássio: 47 mg;
  • Sódio: 9 mg;
  • Ácido fólico: 2 mcg;
  • Cálcio: 19 mg;

– Possui um flavonoide chamado quercetina, que ajuda na ação diurética e anti-inflamatória no organismo.

– Contém os ácidos orgânicos: cítrico, tartárico e málico, responsáveis por desintoxicarem o corpo.

– No cálice da flor de hibisco, é possível encontrar a vitamina B2, chamada também de riboflavina, que é benéfica para a pele, os ossos e os cabelos.

– Contém também a vitamina B1, denominada tiamina, que aumenta o nível de energia no corpo humano, bem como o transporte de oxigênio para todos os órgãos.

Como preparar o chá de hibisco corretamente

Se for utilizar as flores do hibisco a granel para preparar o chá, tente não aquecer muito, pois podem perder as suas propriedades naturais. Em uma vasilha coloque os 200 ml de água, e deixe ferver.

Desligue o fogo, e adicione cinco gramas de flor de hibisco (mais ou menos uma colher de chá rasa), tampe o recipiente e deixe em infusão de três a cinco minutos. Basta coar, e beber imediatamente.

As receitas que vão deixar o seu chá de hibisco mais gostoso

Nem todas as pessoas gostam de chá, e o hibisco pode ser um deles. Mesmo que faça muito bem à saúde, o gosto pode não ser muito palatável a algumas pessoas.

Você pode adicionar alguns ingredientes ao chá de hibisco, como por exemplo:

– Prepare um picolé de iogurte, amora e chá de hibisco – você vai precisar de um copo de iogurte natural desnatado, duas xícaras de amoras (ou qualquer fruta vermelha), 150 ml de chá de hibisco, mel (ou açúcar mascavo), e uma colher de sopa de semente de chia.

Coloque o chá de hibisco em água quente, sem ferver. Adicione a esse chá uma xícara de amora, deixando ferver até adquirir consistência. Desligue o fogo e adicione a colher de sopa de semente de chia.

Acrescente o iogurte natural e mexa bem. Pegue as forminhas de gelo, ou de picolé, e despeje uma camada de iogurte e uma de amoras inteiras (ou amasse um pouco, se preferir). Coloque os pauzinhos de picolé, e leve ao congelador até endurecer.

– Suco de hibisco com morango e hortelã – você vai precisar de uma colher de sopa de hibisco, quatro morangos e duas folhas de hortelã.

Em uma vasilha ferva 250 ml de água, e depois desligue-o. Coloque as flores de hibisco, deixe tampada e em infusão por cinco minutos. Coe a bebida, espere esfriar e bata no liquidificador o chá de hibisco com os morangos e a hortelã. Se desejar, coloque gelo.

Muitas pessoas experimentam o chá de hibisco com o mate, ou o verde, que são termogênicos poderosos e capazes de também acelerar o organismo e emagrecer.

A única contraindicação que as pessoas devem perceber ao consumir, é que ele é extremamente diurético, fazendo com que o organismo elimine eletrólitos e nutrientes importantes para o corpo, como o potássio, sódio, cálcio e magnésio.

O extrato da flor seca de hibisco, pode ser encontrado em lojas de produtos naturais, o que conserva as propriedades naturais do produto. O chá pronto, em pó ou sachê, pode vir misturado com açúcar, ou com as propriedades diminuídas.

O consumo do chá e possíveis efeitos colaterais

chá de hibisco

– Gestantes devem consumir o chá de hibisco sob orientação médica, pois por suas propriedades podem causar efeitos colaterais indesejados, e interferir na má formação dos genes do bebê.

– Pode alterar o equilíbrio dos hormônios, e agir na musculatura uterina, ocasionando um possível aborto ou parto prematuro (ao consumir o chá em quantidades elevadas).

– Lactantes também não podem ingerir o chá de hibisco em grandes quantidades, devido a possibilidade de intoxicação do bebê.

– Idosos: é necessário consultar o médico para determinar a dose correta de ingestão do chá de hibisco para esta classe de pessoas, evitando uma desidratação pelo consumo em excesso, ou perda de nutrientes do corpo.

– Pessoas que já tem a pressão baixa, devem consumir o chá de hibisco moderadamente, pois as propriedades diuréticas, e de redução da pressão arterial, podem ocasionar a queda de pressão abrupta.

– Pacientes hipertensos também devem consumir o chá de hibisco de maneira controlada, pois ao misturarem os efeitos dos medicamentos para a hipertensão e o chá de hibisco no organismo, podem ocasionar em uma queda de pressão.

– Tudo em excesso faz mal à saúde, mas retirar tudo de uma vez das refeições, também não faz bem, já que o corpo precisa de um pouco de cada nutriente, seja o carboidrato, as gorduras boas, as proteínas, o cálcio, o ferro, a glicose, o sódio, o potássio e os demais nutrientes.

– Pode diminuir a fertilidade nas mulheres, pois o chá de hibisco tende a minimizar a quantidade de estrogênio no organismo, inibindo a ovulação e resultando na infertilidade momentânea.

– O excesso do chá de hibisco no organismo pode causar mal-estar, por suas propriedades diuréticas em eliminar eletrólitos importantes, como o potássio e o sódio, fazendo com que ocorra fraqueza muscular, tontura e até desmaio.

– A interação do chá de hibisco com medicamentos para hipertensão e analgésicos, também deve ser observada, já que pode causar efeitos contrários no organismo.

Os efeitos emagrecedores do chá de hibisco, não são sentidos da noite para o dia, pois por ser um produto natural, é necessário consumi-lo de maneira contínua, aliando-o a um estilo de vida saudável, exercícios físicos regulares e ingerir bastante água.

Os alimentos gordurosos, industrializados, com muitos conservantes, e excesso de sódio, devem ser evitados não só por quem deseja emagrecer, mas por todas as pessoas que querem levar uma vida mais saudável.

Ingerir muita bebida alcoólica, também prejudica o organismo de muitas maneiras. Além de desidratar o organismo, o álcool deixa o indivíduo dependente da substância (quando consumido todos os dias sem limites), e prejudica o funcionamento normal dos órgãos.

O excesso de medicamentos sejam os anti-inflamatórios, os antibióticos, os analgésicos e afins, não devem ser utilizados sem a prescrição médica, pois além de intoxicarem o organismo, podem ocasionar outros problemas sérios de saúde.

Deixe uma resposta