Azitromicina: para que serve, composição e como tomar?


COMPARTILHE AGORA MESMO

O que é?

A azitromicina é antibiótico o qual provém da família da claritromicina e da eritromicina. O medicamento é eficaz no tratamento de infecções causadas agentes patogênicos nas mais diversas regiões do corpo.

Composição de azitromicina

Azitromicina di-hidratada é encontrada em comprimido o qual contém em seu interior 500 mg de azitromicina base.

Excipientes: fosfato de cálcio dibásico, amido, croscarmelosa sódica, laurilsulfato de sódio, estearato de magnésio, álcool polivinílico, dióxido de titânio, talco, óxido de ferro amarelo e macrogol.

Para que serve azitromicina

azitromicina

O medicamento (azitromicina di-hidratada) tem seu uso indicado para o tratamento de infecções causadas por agentes sensíveis a azitromicina, tais como: infecções que atingem o trato respiratório inferior, os brônquios e os pulmões, e a parte respiratória superior, o que inclui nariz, faringe, laringe e traqueia. Se mostra eficaz também no combate dos sintomas da sinusite, faringite (inflamação na faringe) e amigdalite; auxilia no combate de infecções na pele e demais tecidos flácidos, tais como músculos, tendões e gordura; ajuda no combate da otite média, a qual corresponde a uma infecção no ouvido médio; combate infecções causadas por doenças sexualmente transmissíveis, como clamídia e gonorreia; tem seu uso indicado também para doenças na pele, como o cancro.

Ação esperada

O medicamento atua no organismo bloqueando a proliferação da cultura de bactérias, impedindo que os micro-organismos produzam proteína, a substância base para a reprodução bacteriana. O medicamento inicia seus efeitos no organismo a partir de 2 a 3 horas após a sua ingestão por via oral.

Contraindicações e riscos

A azitromicina di-hidratada é contraindicada para pessoas que sofrem ou possuem algum histórico de hipersensibilidade ao medicamento ou qualquer composto em sua fórmula. O mesmo público, deve evitar o medicamento em casos de reações alérgicas ao medicamento ou qualquer outro pertencente a sua família, como a eritromicina. O medicamento também não deve ser ingerido por pessoas que possuem algum tipo de hipersensibilidade a medicamentos da classe cetolíddeo.

Uso de azitromicina durante a gravidez e amamentação

O medicamento não deve ser ingerido durante o período gestacional. Isso porque, devido a sua composição, ele pode trazer algum efeito nocivo à saúde da gestante ou do feto. Por isso, o medicamento, durante o período de gestação, deve ser ingerido somente sob orientação do seu médico ou cirurgião dentista. Por isso informe ao seu médico se você está consumindo o medicamento e está gestante.

Em casos de mulheres que estejam amamentando, o medicamento também deverá ser suspendido até que informações posteriores sejam prescritas pelo seu médico. Nesse sentido, se você está amamentando somente comece a tomar o medicamento após a orientação de um médico, dessa forma, não inicie o tratamento por conta própria.

Armazenamento, data de fabricação, prazo de validade e aspecto físico de azitromicina

O medicamento deve ser mantido em ambiente com temperatura entre 15 ºC a 30 ºC, em ambiente sem umidade e protegido da luz. O medicamento não deve estar em local de fácil acesso para evitar o contato com crianças.

Características gerais do produto: os comprimidos são oblongos, com cor amarelada e sulcados em um dos lados.

A data de validade do produto está discriminada na embalagem. Nesse sentido, você jamais deverá consumir o medicamento após a data de validade, por isso, o mesmo sempre deve ser mantido na caixa original, para garantir o acompanhamento da data de validade do medicamento.

Antes de consumir o medicamento, você deverá avaliar o aspecto apresentado pelo medicamento. Caso o medicamento esteja no prazo, porém apresente aspecto estranho, não consuma o medicamento sem antes consultar o farmacêutico para avaliar o remédio.

Posologia, dosagem e instruções de uso da azitromicina

A azitromicina deve ser medicada de acordo com o paciente e sua necessidade. O medicamento pode ter somente uma dose diária, a qual pode ser administrada com ou sem alimentos. Confira a posologia da azitromicina:

Uso em adultos: nos casos de doenças sexualmente transmissíveis, como: Chlamydia trachomatis, Haemophilus ducreyi ou Neisseria gonorrhoeae, doenças causadas por bactérias, a dose recomendada é de 1000 mg ao dia. Nos demais casos de infecções causadas por agentes bacterianos, a dose diária recomendada é de 500 mg ao dia.

Uso em crianças: o tratamento em crianças consiste em doses diárias de 1500 mg por dia. A dosagem não deve superar esse valor e deve somente ser ingerido por crianças com pelo menos 45 kg. A dosagem vai variar de acordo com o problema de saúde de cada paciente, dessa forma, somente um médico pediatra poderá dá uma posologia mais assertiva acerca da quantidade diária a ser recomendada.

Uso em idosos: a dosagem indicada para pacientes idosos é a mesma administrada para pacientes adultos.

É importante lembrar que o consumo do medicamento somente ser feito sob prescrição médica. Assim, você jamais deverá se automedicar ou medicar uma criança sem antes ter passado pela orientação de um médico.

O que fazer quando esquecer de tomar a dosagem diária?

Caso você esqueça de tomar a dose recomendado pelo seu médico no horário definido, é recomendável que você a tome assim que lembrar. Porém, caso já esteja próximo ao horário de ingestão da próxima dose, o mais recomendado é que você pule a dose esquecida e toma a dose referente ao horário. Você jamais deve ingerir as duas doses de uma só vez com o intuito de compensar a dose esquecida. Em casos de dúvidas, o mais recomendável é que você busque a ajuda do seu médico.

Superdosagem

Em casos de superdosagem do medicamento, é fundamental que você procure ajuda em uma unidade de saúde próxima à sua residência. Os sintomas apresentados em casos de superdosagem costumam ser iguais aos apresentados quando ingerido as dosagens normais do medicamento.

É recomendado que você tenha consigo a bula e o medicamento ingerido, uma vez que assim os profissionais da saúde que atenderem você, conseguirão identificar as características do medicamento e assim iniciar o processo de desintoxicação.

Deixe uma resposta