Ácido Fólico – Tudo que você precisa saber sobre


COMPARTILHE AGORA MESMO
Avalie este post

O ácido fólico é mais uma das vitaminas que fazem parte das vitaminas do complexo B. O medicamento tem como uma de suas principais utilidades, o combate a anemia, auxiliando na formação e manutenção da hemoglobina no sangue. O ácido está presente de forma natural nos alimentos, porém pode ser facilmente encontrado em forma de suplemento, entretanto o seu consumo deve ser prescrito por um profissional da saúde para evitar danos ao organismo.

O ácido fólico é solúvel em água e também muito conhecido como folato, multifolato ou vitamina B9. A sua forma sintética é comum e utilizada majoritariamente em medicamentos.

Benefícios do ácido fólico

ácido fólico

O ácido fólico é essencial ao bom funcionamento do corpo. Isso porque ácido está presente em numerosas atividades metabólicas, as quais resultam no bom funcionamento do corpo. Nesse sentido, confira algumas das principais vantagens do ácido fólico para o organismo:

Fortalece o sistema imunológico

A baixa imunidade no organismo pode decorrer de uma série de fatores. Dessa forma, é válido dizer a escassez de ácido fólico no corpo também contribui para o enfraquecimento do sistema imunológico, visto que a vitamina que faz parte do complexo B é essencial para a imunidade do corpo.

É importante para a gravidez

Uma das substâncias mais importantes durante o período de gestação é o ácido fólico. Isso se deve ao fato do ácido estar diretamente ligado ao desenvolvimento fetal e formação do tubo neural. Por isso, o mais recomendável, para quem deseja engravidar, é começar a suplementação com ácido fólico pelo menos 30 dias antes de conceber a gravidez. Entretanto, é importante lembrar que tão importante quanto iniciar a suplementação antes da gravidez, é manter a suplementação durante a gravidez. Além disso, é importante ressaltar que o ácido fólico assim como período de consumo do mesmo deve ser receitado pelo médico o qual está responsável pelo pré-natal, sob hipótese alguma se automedique.

Ajuda a saúde da pele, unhas e cabelo

O ácido fólico, assim como a demais vitaminas que fazem parte do complexo B, têm papel fundamental para a saúde da pele, unhas e cabelos. O ácido ajuda a manter as unhas e cabelos mais resistentes, enquanto na pele, ajuda a diminuir o desenvolvimento de acne e dermatite. Além disso, o folato ajuda a manter uma oleosidade adequada na pele, a deixando com tonalidade mais bonito e natural.

Aliado ao cérebro

Mais um grande benefício do multifolato no organismo, é o seu papel desempenhado no cérebro. Você viu anteriormente que o ácido é fundamental na formação do tubo neural, entretanto, a vitamina B9 também fundamental para a manutenção da saúde do cérebro já formado. Isso porque com ausência da vitamina, o cérebro apresenta dificuldades cognitivas e problemas emocionais. Segundo estudos, a ausência de ácido fólico está atrelada ao desenvolvimento da depressão.

Ajuda o coração

Os benefícios do ácido fólico estão presentes também na saúde do coração. O que ocorre, é que o folato associa-se a outras vitaminas do complexo B e forma coenzimas que ajudam a diminuir a presença da homocisteína no corpo. A homocisteína está atrelada ao aumento da pressão arterial, assim, a coenzima formada pela união do ácido fólico e demais vitaminas ajudam a eliminar o aminoácido.

Deficiência de ácido fólico

O ácido fólico é fundamental para a formação e manutenção da saúde do corpo. Nesse sentido, a sua ausência pode comprometer algumas atividades do organismo e favorecer o desenvolvimento de algumas doenças ou má formações.

Adultos que sofrem com a deficiência de ácido fólico, podem desenvolver anemia. Os sintomas geralmente são bem sutis, porém, ainda é possível que a pessoa com deficiência de ácido fólico sinta fadiga, dor de cabeça, fraqueza e tontura. Nos casos das gestantes, a deficiência de ácido fólico causa a má formação do tubo neural e desenvolvimento do feto de forma geral, nesse sentido, a gestante que apresenta tal deficiência pode ter uma criança com má formações neurais. Em crianças, a deficiência pode favorecer o desenvolvimento de anemia, porém de forma mais lenta e gradual.

O mais importante, é buscar ajuda sempre que se suspeitar da ausência de ácido fólico no corpo. Isso é importante para manter a saúde e especialmente a saúde do bebê, caso você seja gestante. O diagnóstico é rápido e fácil, consiste em avaliar o nível de ácido fólico no sangue, onde é possível atestar se o nível está adequado ou não.

Riscos do consumo exagerado

O ácido fólico está presente em grande parte dos alimentos, por isso, você pode se perguntar acerca do consumo exagerado através dos alimentos. Porém, o que ocorre é não é possível que exista algum problema relacionado a saúde com o consumo exagerado de ácido fólico através de alimentos, visto que os mesmos são eliminados através da urina. Entretanto, o ácido fólico consumido através de suplementos pode oferecer risco à saúde se consumido de maneira exacerbada. Nesses casos, os sintomas mais comuns são: náuseas, problemas digestivos, dor no estômago. Em casos mais graves, é possível o desenvolvimento de anemia no organismo.

Uso do suplemento do ácido fólico

A suplementação do ácido fólico é especialmente indicada em casos de pobreza do ácido no organismo. Isso é válido para gestantes, pessoas com deficiência do ácido, lactação, excesso de homocisteína no corpo e muitos outros fatores. Dessa forma, a suplementação é fortemente indicada para o tratamento de outros problemas e não como suplementação de uso diário e espontâneo, visto que o seu consumo exagerado pode causar danos à saúde.

O ideal é você buscar ajuda de médico assim que você suspeitar de alguns dos problemas de saúde relacionado ao folato, ou até mesmo após exame que comprove a situação. Nesse sentido, médico irá prescrever a quantidade necessária ser ingerida diariamente, assim como a real necessidade de tomar o suplemento.

O suplemento não costuma manifestar efeitos colaterais severos em seus consumidores, porém, se consumido em excesso pode oferecer sintomas desagradáveis, assim como problemas de saúde, como anemia e muitos outros.

Deixe uma resposta