8 vantagens de uma gravidez planejada

Quando uma criança chega de surpresa para um casal ou uma família, é uma alegria. No entanto, também ‘volta a sair do sítio’, por momentos, o curso da vida dos futuros pais, que têm que se adaptar de uma forma mais rápida ao gravidez surpresa.

Por isso, apesar de a gravidez surpresa guarda um cativante pano de fundo, também é bom e benéfico planear uma gravidez, e vai trazer mais tranquilidade para os pais.

Vantagens de uma gravidez planejada

1. Situação familiar: Quando se planeia uma gravidez, consegue-se, entre outras vantagens, que a família permaneça unida e se saiba que o site tem para cada membro da família. Isso quer dizer que dá tempo para que se têm mais filhos, a fazer-se à idéia de que a chegada do novo irmão, para que todos os familiares sejam conscientes da mudança que está por vir, e começar o planejamento familiar a partir do zero, com a chegada de um novo membro na casa.

2. Localização: Se vivemos em casal ou se temos mais filhos e queremos aumentar a família, ter um filho pode fazer com que nos podemos dizer uma mudança de domicílio para ter mais espaço. Isso somente será possível se tivermos planejado a gravidez, o que nos dará tempo a procurar outra casa, para decorar o quarto do bebê novo ou recolocar as áreas de nossa casa para a chegada do novo membro quando você decidir começar a procurar o filho tão desejado.

3. Casal: Não há que esquecer que duas pessoas que desejam ter um bebê não deixam de ser parceiro, para que sua chegada pode vir a desestabilizar a união. O casal não tem por que grande invadiu a pérsia, a chegada de um filho, seja por surpresa ou planejado, mas se ambos estão de acordo em um dado momento, a hora de ser pais pela primeira vez ou de aumentar o número de filhos, isso não pillará desavisados para pai e mãe como um casal, e a união será maior na hora de tomar outras decisões quando nascer a criança. Além disso, a implicação de ambos será maior e a preparação e a responsabilidade vai aumentar, caso a gravidez tenha sido procurado.

4. Situação de trabalho: No âmbito do trabalho, também é necessário contar com um planejamento antes de aumentar a família. Para começar, pelo fato de a organização das tarefas com os superiores, para ter o tempo necessário de substituição com outra pessoa que assuma os trabalhos, por se estão à procura de outras metas de trabalho antes de ser mãe, ou por se não é o momento de tomar uma baixa por maternidade ou jornada reduzida.

5. Questões de saúde: além dos temas estéticos, o importante do corpo da mulher antes de assumir uma gravidez é a saúde. Por isso, o planejamento de uma gravidez guarda um grande benefício neste domínio, já que a futura mãe poderá ser feito todos os exames médicos necessários para saber quando é o melhor momento para engravidar e os riscos que poderiam advir.

6. Preparação física: Uma gravidez é uma corrida de fundo, e quanto melhor estiver o corpo da mulher antes de engravidar, melhor estará durante a gestação e depois do parto. Não se trata de preparar-nos como se fôssemos atletas, mas sim que o nosso corpo, a nível físico, esteja nas melhores condições, pois assim estaremos fortes para enfrentar as mudanças corporais que se aproximam e depois que o bebê nascer, tudo vai voltar ‘para o seu site” de uma maneira muito mais simples.

7. Preparação mental: Mas se há algo importante antes de ter um filho, seja o momento da vida que seja e independentemente da idade, é o fato de que temos que estar muito seguro, mental e emocionalmente. O equilíbrio emocional é fundamental para trazer ao mundo um menino desejado, embora tenha sido concebido por surpresa. Por isso, se estamos frente a uma gravidez que queremos planejar devemos saber se estamos em condições psicológicas ideais para aumentar a família, o que será muito benéfico.

8. Situação econômica: A chegada de um filho constitui uma agitação econômica importante. A vantagem de vir no momento que decidimos é que podemos estar preparados para enfrentar as mudanças econômicas que nos façam falta. Desta maneira, se é o primeiro filho e o segundo, ou se passamos a ser uma família numerosa, será necessário fazer cálculos de despesas que se aproximam para decidir quando é o melhor momento.

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *